Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone

Clara dos Anjos – Lima Barreto

R$34,90

Ler um trecho

Disponibilidade: Sob Encomenda
Prazo de entrega: em até 7 dias úteis após a confirmação do pagamento

Com notas de Lilia M. Schwarcz e Pedro Galdino e textos introdutórios de Beatriz Resende, Sergio Buarque de Holanda e Lúcia Miguel Pereira, a Penguin-Companhia publica a história de Clara dos Anjos, uma menina do subúrbio carioca prestes a iniciar a sua vida sexual com um garoto de classe média.

No início de 1922, Lima Barreto anunciava na imprensa do Rio de Janeiro que seu novo romance, intitulado Clara dos Anjos, já estava “bem adiantado”, e que em breve ele seria publicado. Naquele ano, porém, o público carioca apenas conheceu um dos capítulos iniciais do livro, saído na edição de maio da revista Mundo Literário. Em 1o. de novembro, vitimado por um ataque cardíaco, Lima Barreto morreu sem concluir um de seus últimos e mais ambiciosos projetos literários. O escritor retrabalhava o texto desde 1904, animado pelo desejo de convertê-lo numa espécie de epopeia suburbana a partir da malfadada trajetória de Clara dos Anjos. A história foi publicada em folhetim entre 1923 e 1924, e somente apareceria em volume mais de duas décadas depois, em 1948.
Desde então, Clara dos Anjos, que narra as desventuras de uma adolescente pobre e mulata seduzida por um malandro branco, tem sido avaliado por diversos críticos como um romance que não está à altura da melhor produção de Lima Barreto. Entretanto, esta reedição – com textos críticos de Sergio Buarque de Holanda, Lúcia Miguel Pereira e Beatriz Resende, bem como um amplo aparato de notas explicativas a cargo de Lilia Moritz Schwarcz e Pedro Galdino – é uma boa oportunidade para reavaliar esse conceito, permitindo situá-la entre os textos-chave do criador de Triste fim de Policarpo Quaresma. Numerosas conexões biográficas com personagens da história de Clara e Cassi Jones, um dos protótipos literários da malandragem suburbana, revelam as opiniões de Lima Barreto acerca de si mesmo e da sociedade brasileira, ainda hoje marcada pelo racismo que subjaz às tragédias pessoais do autor e de sua protagonista.

 

Disponível por encomenda

REF: 639 Categorias , Tags: , Product ID: 3494

Descrição

Disponibilidade: Sob Encomenda
Prazo de entrega: em até 7 dias úteis após a confirmação do pagamento

Com notas de Lilia M. Schwarcz e Pedro Galdino e textos introdutórios de Beatriz Resende, Sergio Buarque de Holanda e Lúcia Miguel Pereira, a Penguin-Companhia publica a história de Clara dos Anjos, uma menina do subúrbio carioca prestes a iniciar a sua vida sexual com um garoto de classe média.

No início de 1922, Lima Barreto anunciava na imprensa do Rio de Janeiro que seu novo romance, intitulado Clara dos Anjos, já estava “bem adiantado”, e que em breve ele seria publicado. Naquele ano, porém, o público carioca apenas conheceu um dos capítulos iniciais do livro, saído na edição de maio da revista Mundo Literário. Em 1o. de novembro, vitimado por um ataque cardíaco, Lima Barreto morreu sem concluir um de seus últimos e mais ambiciosos projetos literários. O escritor retrabalhava o texto desde 1904, animado pelo desejo de convertê-lo numa espécie de epopeia suburbana a partir da malfadada trajetória de Clara dos Anjos. A história foi publicada em folhetim entre 1923 e 1924, e somente apareceria em volume mais de duas décadas depois, em 1948.

Desde então, Clara dos Anjos, que narra as desventuras de uma adolescente pobre e mulata seduzida por um malandro branco, tem sido avaliado por diversos críticos como um romance que não está à altura da melhor produção de Lima Barreto. Entretanto, esta reedição – com textos críticos de Sergio Buarque de Holanda, Lúcia Miguel Pereira e Beatriz Resende, bem como um amplo aparato de notas explicativas a cargo de Lilia Moritz Schwarcz e Pedro Galdino – é uma boa oportunidade para reavaliar esse conceito, permitindo situá-la entre os textos-chave do criador de Triste fim de Policarpo Quaresma. Numerosas conexões biográficas com personagens da história de Clara e Cassi Jones, um dos protótipos literários da malandragem suburbana, revelam as opiniões de Lima Barreto acerca de si mesmo e da sociedade brasileira, ainda hoje marcada pelo racismo que subjaz às tragédias pessoais do autor e de sua protagonista.

Ficha Técnica

Título original: CLARA DOS ANJOS
Capa: Raul Loureiro
Claudia Warrak
Páginas: 304
Formato: 13.00 x 20.00 cm
Peso: 0.295 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 25/01/2012
ISBN: 9788563560391
Selo: Penguin Companhia

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Clara dos Anjos – Lima Barreto”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *