Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone
O rock de atitude da banda Malta

Por Redação

Sensibilidade é uma palavra que combina com todas as artes, e não é diferente com a música.

A música tem seus diferentes estilos, contextos, buscas, inspirações. Podemos falar basicamente de diferentes formatos, impassíveis de hierarquizações, até porque cada um pode curtir o som que mais agrada.

Mas voltemos a falar de sensibilidade. Você encontrará aos montes no novo trabalho da banda Malta, o álbum intitulado IV, lançado no começo de 2019.

O trabalho é composto por 11 faixas inéditas e quatro releituras. Neste álbum até as releituras soam como novas. E se fosse simplesmente um revisitar de músicas antigas da banda não teria nada aquém. Só que temos a ousadia em dizer que o que parece nova versão de qualquer som de antes, na verdade é nova composição.

Clique na imagem para comprar o álbum

Insistimos nesta ideia sempre por aqui. Alguns artistas, ao lançarem novas versões de músicas, de outros artistas ou deles mesmos, assim como fez a banda Malta neste trabalho, gostam de realmente dar sua nova roupagem para um som que os nossos ouvidos já estão acostumados. Isso soa como novo.

Agora falando das faixas inéditas, todas elas são mais que surpreendentes. Parece que testificam que realmente a banda está olhando para frente, olhando para a estrada e compartilhando pensamentos um tanto quanto ousados, ao mesmo tempo em que, pelo que tudo parece, marca um ressurgimento. Quem conhece a Malta de tempos atrás vai perceber que neste álbum as músicas inéditas montam uma fase bem diferente das anteriores na história deles. Novos ares.

O novo álbum da Malta é um marco na carreira da banda e revelará novos hits para os fãs como as emblemáticas “Viver Por Você”, “Não Há Nada Melhor” e “Manipulação”. Os fãs irão ficar surpresos com o nível alcançado pelos músicos neste novo trabalho, principalmente em músicas pesadas como “Amor e Ódio”, “Pátria Amada” e épicos repletos de emoção como “Ainda Estou Aqui” e “É Só Você” (release do álbum IV).

A musicalidade da banda Malta demonstra um rock refinado e de muito bom gosto, com referências clássicas principalmente do rock internacional, e de outros estilos musicais, dando ainda mais força ao ritmo aqui no Brasil. Não como uma mera importação. Estamos falando de uma banda que deu significados próprios às suas referências.

A voz de Luana Camarah traz um ar de renovação e nos (re)conecta com o universo. Você ouve uma música que já conhece e na voz dela tudo soa novo.

Chama-nos atenção o modo como ela utiliza as técnicas vocais intercaladas com os recursos tecnológicos disponíveis para aprimorar uma gravação ou mesmo uma apresentação ao vivo. É admirável.

Ainda mais admirável é perceber o quanto a voz dela se encaixa perfeitamente com a maneira de Diego Lopes tocar seu contrabaixo, com os riffs e acordes feitos por Thor Moraes em sua guitarra e com as rítmicas da batera de Adriano Daga. Junção que dá gosto de ouvir.

Já ouviu o novo álbum da banda Malta? Está rolando um conjunto de novos vídeos no canal da banda no YouTube.

Imagem de destaque: Divulgação

Adicionar Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *