Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone
A busca pela sonoridade perfeita

O que o documentário A Todo Volume (It Might Get Loud) pode nos ensinar sobre arte e cultura?

As palavras geralmente não descrevem um som. Tentamos explicar sentimentos, dar vazão ao que há de mais belo quando o assunto é arte, especialmente, quando falamos de música e literatura, que são os segmentos mais abordados em nossos conteúdos.

Nem sempre alcançamos o que é considerado totalidade, até porque é impossível. Mas a arte não lida com o improvável muitas vezes? Ou com o não esperado, com o imprevisível?

Certamente você já leu algum livro que te marcou e até hoje você o revisita. O mesmo acontece com aquelas músicas que te fazem voltar em algum importante acontecimento de sua vida, aspectos marcantes de sua história.

É bom ouvir uma música observando atentamente os detalhes de cada instrumento. Vem a sensação de, inclusive, fazer parte da composição, concepção, sonoridade, ser parte da música.

E quando nos deparamos com a busca por encontrar a sonoridade perfeita?

Uma boa fonte de inspiração para se dar conta desta busca é o documentário A Todo Volume (It Might Get Loud).

Lançado no Brasil em janeiro de 2010, o documentário retrata um encontro de gerações entre três guitarristas, The Edge (U2), Jimmy Page (Led Zeppelin) e Jack White (The White Stripes).

Encontros pautados não apenas pela rica musicalidade dos compositores e instrumentistas, mas também pelas conversas entre eles, de como foi constituído o estilo de cada um, histórias sobre gravações de álbuns, shows, composições de grandes sucessos e músicas não tão conhecidas pelo grande público, mas de extrema importância para cada um deles. Soa como um encontro entre amigos.

Para alugar ou comprar é só clicar na imagem

Como pano de fundo, o tempo inteiro, eles estão falando de harmonia, filosofia musical e dos bastidores da música. Para pesquisadores ou curiosos é fascinante ver até mesmo como são pensados os efeitos de guitarra para cada música e para as grandes apresentações de recorde de público em muitos lugares do mundo. Inclusive, eles demonstram quais são os profissionais que contribuem para esta busca perfeccionista. Diálogos sobre os bastidores da arte.

A Todo Volume dá a impressão de que, nesta conversa, os músicos estão totalmente despidos da imagem de rock star.

Quando abordamos sobre materiais deste teor é importante voltar no tempo. Se você já tiver visto A Todo Volume separe um tempo para vê-lo novamente. Caso ainda não tenha visto, esta é a nossa recomendação. Depois comente por aqui, quais foram as suas impressões?

Texto elaborado por Redação Inspirando Sonhos

Imagem de destaque: Divulgação

2 Comentários

  • Alfredo Posted 20 de julho de 2019 22:13

    Ótimo documentário!

  • Fernanda R. Silva Posted 24 de julho de 2019 16:37

    Adorei a indicação. Um material muito rico.

Adicionar Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *