Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone + 55 (11) 96425-5122

Inscreva-se e acompanhe nossas atualizações!

Recomendados pelos leitores

Álbum duplo – Fabiana Cozza
Álbum duplo – Fabiana Cozza
0 out of 5 based on 0 customer ratings
0 Reviews
Fim de tarde (eBook Kindle) – Jean Mello
Fim de tarde (eBook Kindle) – Jean Mello
0 out of 5 based on 0 customer ratings
0 Reviews
Perifeminas II: Sem Fronteiras – Lunna Rabetti
Perifeminas II: Sem Fronteiras – Lunna Rabetti
0 out of 5 based on 0 customer ratings
0 Reviews
Quem tem medo do feminismo negro? eBook Kindle – Djamila Ribeiro
Quem tem medo do feminismo negro? eBook Kindle – Djamila Ribeiro
0 out of 5 based on 0 customer ratings
0 Reviews
Da prosa (eBook Kindle) – Hilda Hilst
Da prosa (eBook Kindle) – Hilda Hilst
0 out of 5 based on 0 customer ratings
0 Reviews
MAIS LIVROS

Nérida Cocamáro simboliza as princesas e rainhas de todos os tempos, apagadas pela história dita oficial. Não adianta tentar apagar. Reis e rainhas sempre ressurgem. (Jean Mello)

ACESSE CONTEÚDOS E HISTÓRIAS QUE INSPIRAM

Visite nosso blog
Destaque da Semana

Quem tem medo do feminismo negro? eBook Kindle

Autora: Djamila Ribeiro

Um livro essencial e urgente, pois enquanto mulheres negras seguirem sendo alvo de constantes ataques, a humanidade toda corre perigo.

Quem tem medo do feminismo negro? reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila Ribeiro no blog da revista CartaCapital, entre 2014 e 2017. No texto de abertura, a filósofa e militante recupera memórias de seus anos de infância e adolescência para discutir o que chama de “silenciamento”, processo de apagamento da personalidade por que passou e que é um dos muitos resultados perniciosos da discriminação.

Somos um site parceiro da Amazon. Para ter mais detalhes do produto, como preço e as formas de pagamento, clique no botão abaixo.

Comprar

Diz Alberto Caeiro que o mundo é para ser visto, e não para pensarmos nele. (...) Os olhos são a porta pela qual a beleza entra na alma.

Rubem Alves

Não dá para falar em consciência humana enquanto pessoas negras não tiverem direitos iguais e sequer forem tratadas como humanas.

Djamila Ribeiro

Nosso racismo é um crime perfeito, porque a própria vítima é que é responsável pelo seu racismo, quem comentou não tem nenhum problema.

Kabengele Munanga

Frete para todo o Brasil R$ 8,00